Aracruz, João Neiva e Ibiraçu vão discutir a saúde do Rio Piraquê-Açu durante sessão nesta quarta (21)

por Isaac Ribeiro — publicado 19/06/2017 21h00, última modificação 05/10/2017 09h59
O Rio Piraquê-Açu nasce na Reserva Ecológica da Nova Lombardia no município de Santa Teresa.

Uma Sessão Especial será realizada na próxima quarta-feira (21), às 17 horas, na Câmara Municipal de Aracruz, para discutir a saúde do Rio Piraquê-Açu. O manancial, que tem 50 km de extensão, é a principal fonte de abastecimento de água para a população de Aracruz. A sessão vai reunir agentes públicos das prefeituras e Câmaras Municipais de Aracruz, Ibiraçu e João Neiva. Também foram convidados os presidentes dos sindicatos rurais que representam essas três cidades, além da Agência Estadual de Recursos Hídricos (AGERH) e do Comitê de Bacia Hidrográfica (CBH) Litoral Centro-Norte do Espírito Santo.

 O Rio Piraquê-Açu nasce na Reserva Ecológica da Nova Lombardia no município de Santa Teresa, passa por João Neiva, Ibiraçu e alcança o município de Aracruz pela localidade de Santa Maria. O presidente da Câmara de Aracruz, vereador Alcântaro Filho (Rede) explicou que atualmente o rio sofre com a emissão de efluentes como esgoto doméstico sem tratamento na cidade de João Neiva e também com o assoreamento, resultado do desmatamento.

 “Se nada for feito, vamos enfrentar cada vez mais racionamentos de água em nossa região. Queremos promover um amplo debate envolvendo todos os agentes importantes desses municípios e também da esfera estadual. Vamos discutir políticas públicas que, quando executadas, poderão garantir água no presente e também para as gerações futuras”, defendeu.

 

Informações à imprensa:

Jornalista responsável: Isaac Ribeiro

Contato 27 3256- 9489 | 9 9946-6918

E-mail: comunicacao@cma.es.gov.br

Facebook: https://www.facebook.com/camaraaracruz

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.